• Home
  • Blog
  • Comércio eletrônico pode ser a receita para afastar a crise

Comércio eletrônico pode ser a receita para afastar a crise

As nuvens carregadas que escurecem o céu da economia brasileira obrigam muitos empresários e comerciantes a verdadeiros malabarismos para não baixarem as portas. Mas para quem trabalha com e-commerce, o cenário é bem mais azul.

Basta olhar para os números divulgados pela pesquisa do WebShoppers e perceber que os hábitos de compra do brasileiro estão se transformando rapidamente. São mais de 23 milhões de pessoas que compraram online ao menos uma vez em 2016. Isso significa um percentual 31% maior do que o registrado em 2015. Aplicativos de comparação de preços são os atuais queridinhos do usuário: facilitam a rotina e permitem que ele tenha nas mãos um poderoso decisor de compra. A busca por produtos e comparação de preços em lojas físicas demoraria alguns dias. Com os aplicativos, bastam alguns minutos. Para dar uma idéia da potência do comércio eletrônico, mais de dois terços da população conectada faz pesquisas online antes de se decidir por uma compra em loja física.

São números que impressionam e ajudam a explicar o fenômeno do e-commerce, o setor da economia que mais avança em termos de crescimento e abrangência. Não tem como negar que a internet transformou definitivamente a forma como as pessoas adquirem produtos e serviços. A relevância e a credibilidade passaram a ser condições básicas para a marca ser lembrada.

E é cada vez maior a parcela de lojistas que também mantém seu comércio eletrônico porque já descobriu as vantagens da loja virtual.

Ter uma loja online é vender para clientes que querem consumir!

Isso mesmo: sua marca precisa estar presente na mente desses clientes. Quem abre uma loja online multiplica suas vendas de várias formas:

  • Ela funciona 24 horas por dia, sete dias por semana. A loja online não fecha!
  • O lojista que tem um comércio online não se limita ao espaço físico de uma loja tradicional. A loja online não tem restrição geográfica!
  • O lojista que tem comércio tradicional e online não perde venda. Seus produtos estão visíveis onde o cliente está!

Mas para reter o cliente, é preciso ir além dos preços competitivos. Se a experiência do usuário no site for positiva (acesso, navegação, entrega e pós-venda) aumentam as chances dele voltar e consumir novamente. Sim, quanto mais o consumidor web amadurece, mais exigente ele ficará. E esta é uma ótima notícia porque ele está disposto a pagar por qualidade. Mas não basta ter um e-commerce qualquer. É preciso oferecer qualidade aos visitantes para que eles se transformem em clientes. Confira o que uma loja online deve oferecer para garantir a eles uma experiência memorável:

  • Layout personalizado
  • Ferramentas para exibição dos produtos
  • Cálculo de frete
  • Cobrança por diversas formas de pagamento
  • Otimizado para divulgação na internet
  • Suporte para a operação e gerenciamento

Ter uma loja online significa vantagem competitiva. Duas delas são imbatíveis: sua rápida implementação e custos muito inferiores à montagem de uma loja física.

Você já parou para fazer as contas de quantos clientes já pode ter perdido para a concorrência? Ter uma loja online é adotar uma estratégia moderna, econômica e altamente eficiente. Argumentos mais do que válidos para você ter a sua!

Mãos à obra? Se você já está com sua loja virtual pronta, assine nossa newsletter e receba as próximas dicas para fazê-la um sucesso, mas se você ainda está começando solicite o contato de um dos nossos consultores e tenha sua loja online em apenas duas semanas.

Quer saber mais? Solicite o contato de um consultor

 

Ou ligue para nós: (11) 3711-7611